NOTÍCIAS

Em cerimônia com a Finep, ABDE apresenta Carta de Posicionamento a ministro do MCTIC

4 de julho de 2018 às 16:57
Compartilhe essa notícia

A ABDE e a Finep assinaram um memorando de entendimentos em prol do desenvolvimento regional. As Instituições Financeiras de Desenvolvimento (IFDs) terão novos limites de crédito e condições mais flexíveis na operação com recursos repassados pela Finep. A cerimônia de assinatura teve a participação do secretário-executivo da ABDE, Marco Antonio A. de Araujo Lima, do diretor Financeiro, de Crédito e Captação da Finep, Ronaldo Camargo, e do Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab.

Na oportunidade, o secretário-executivo da ABDE entregou ao ministro Gilberto Kassab uma cópia da Carta de Posicionamento elaborada pela instituição, em que ressalta a importância de estabelecer uma política pública de impulso ao Sistema Nacional de Fomento (SNF). “O desenvolvimento tem de ser regional. É necessário que as políticas nacionais tenham relação com as políticas dos estados. O Brasil precisa voltar a crescer e o SNF vai colaborar.”

Novas condições

O instrumento Novos Limites Operacionais para as Instituições Financeiras de Desenvolvimento, lançado nesta quarta-feira (4/7), vai destinar R$ 1,2 bilhão às entidades parceiras da Finep que financiam a inovação em todos os estados do país. Os recursos do novo instrumento estarão disponíveis ainda este ano, tanto na forma de operações descentralizadas quanto em emissão de cartas de fianças para bancos de desenvolvimento e agências de fomento. Entre as novidades previstas estão novos critérios para controle dos limites, revisão semestral do crédito a partir das publicações de demonstrativos financeiros das instituições e divulgação periódica do limite individual de cada banco.

As mudanças têm como objetivo fortalecer e ampliar o relacionamento da Finep com as entidades financeiras que atuam em todo o Brasil. O volume de recursos da nova estratégia supera todo o valor já liberado pelo programa Inovacred, linha de financiamento da Finep operada pelas instituições de fomento para as micro, pequenas e médias empresas. O programa já contratou 446 projetos em um total de R$ 853 milhões. Outros programas de financiamento da agência também deverão ser impulsionados com a medida.

O diretor da Finep, Ronaldo Camargo, reforçou a importância de estreitar a relação da entidade com os bancos e agências de fomento. “Essas instituições têm uma interlocução com os municípios dos mais variados estados que podem ampliar e acelerar os financiamentos de inovação com recursos reembolsáveis da Finep.”

Ronaldo Camargo lembrou que o relacionamento da Finep com as IFDs teve início em 2013 e até o ano de 2016 abrangia apenas oito instituições, com atuação em 12 estados do país. “Em função de uma nova estratégia, conseguimos identificar as necessidades dessas instituições e hoje temos todos os estados e o Distrito Federal representados por 20 bancos de desenvolvimento e agências de fomento na interlocução com a Finep.”

 

Fonte: Ascom/Finep