NOTÍCIAS

Veja oito dicas do Bandes sobre logística para as empresas se adaptarem ao cenário atual

3 de junho de 2020 às 10:32
Compartilhe essa notícia

A pandemia do novo coronavírus (Covid-19) impactou no funcionamento do mercado e nos hábitos de consumo. Devido às recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS), grande parte da população está em casa seguindo o distanciamento social, o que ocasionou o aumento das compras on-line e nas mudanças de logística das empresas.

Segundo a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), em março, houve um aumento de cerca de 35% nas compras on-line, em comparação com o mesmo período de 2019. Muitos dos consumidores preferem comprar pela internet, não só para evitar saírem de casa, mas também pela facilidade e rapidez no processo de venda, além do conforto em receber tudo em casa.

Nesse período, é ainda mais necessário que as empresas procurem métodos para aumentar a eficiência produtiva, com o objetivo de desenvolver vantagens sobre os concorrentes. “O investimento no processo de vendas on-line envolve planejamento, execução, controle da distribuição de produtos, além de armazenamento. Ou seja, é estratégico, porque é a área da empresa que pensa como os produtos e serviços chegam ao consumidor final”, explica Sávio Caçador, economista e gerente de Planejamento do Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes).

Para ajudar os empresários a organizar melhor este processo, o economista enumerou oito dicas valiosas, confira:

Organização e agilidade: Quanto mais informações e números sobre a empresa disponíveis, melhor e mais rápidas as demandas serão atendidas. É importante manter um bom acompanhamento de todo o processo para evitar possíveis problemas. A equipe de vendas e de produção deve atuar de forma bem próxima.

Cadeia de suprimentos: A falta de produtos em estoque é um problema, tanto quanto o excesso deles. Para evitar os prejuízos, uma boa solução é compartilhar o sistema da cadeia de suprimentos com os fornecedores. Dessa forma, eles podem entregar os produtos de acordo com a necessidade. Ou seja, a quantidade de matéria-prima que a empresa tem em estoque para atender às demandas dos clientes deve ser bem planejada.

Previsões de demandas: Para evitar faltas ou desperdícios, é importante ter uma previsão das demandas do mês. Esse controle pode ser feito com base nas demandas do mês anterior, fazendo ajustes condizentes ao mês atual.

Parceiros inovadores: Procure por parceiros e fornecedores entre os quais você enxerga a capacidade de inovação e eficiência, contribuindo para o crescimento da empresa.

Integração da equipe: A equipe da empresa deve estar integrada e informada sobre os processos de produção, para que as operações sejam alinhadas e tudo funcione com mais eficiência e rapidez.

Softwares: Pesquise e escolha o software que melhor atende às demandas da empresa. Essa escolha é essencial para que a gestão permaneça organizada, minimizando os possíveis erros humanos e situações inesperadas.

Desempenho: Vale a pena estar sempre monitorando as atividades dos fornecedores e dos colaboradores da empresa, para garantir que estejam todos alinhados. Os ambientes interno e externo devem estar equilibrados para que as demandas da empresa sejam atendidas com efetividade.

Bom atendimento: o bom atendimento, prestado com cordialidade e clareza das informações, continua sendo um diferencial competitivo importante. Ele deve ser feito on-line (telefone, SMS, Whatsapp, site) ou off-line (vendedor, motoboy, entregador, etc).

Fonte: Ascom/Bandes