NOTÍCIAS

Em parceria com o SNF, Grupo BID destina quase R$ 10 bilhões para apoiar MPMEs brasileiras

17 de maio de 2021 às 11:22
Compartilhe essa notícia

O socorro às Micro e Pequenas Empresas (MPMEs) foi elencado como um dos pilares da atuação do Grupo BID durante a pandemia no Brasil. Com o objetivo de apoiar essas empresas, foram mobilizados entre aprovações internas e desembolsos US$ 1,88 bilhões, o equivalente a quase R$ 10 bilhões.  As informações estão em artigo assinado Maria Netto Schneider, Luciano Schweizer, Rafael Cavazzoni Lima e Rodrigo Pereira no blog da instituição.

As MPMEs representam mais de 99,5% do número total de empresas brasileiras e são responsáveis por 58% dos postos de trabalho formais e por 44% da massa salarial formal brasileira. Ao mesmo tempo, foram o segmento mais afetado pela crise – segundo o IBGE, das 522,7 mil empresas fechadas na primeira quinzena de junho no país devido à pandemia, 99,2% eram de pequeno porte.

Para auxiliar o setor, o BID aprovou uma série de operações, a maior parte com instituições do Sistema Nacional de Fomento, como o desembolso de uma operação e aprovação de outra, totalizando US$ 1,50 bilhão para o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) conceder empréstimo a micro, pequenas e médias empresas; a aprovação de US$ 200 milhões para ampliar as garantias do Fundo Garantidor de Investimento (FGI) e permitir que o BNDES operasse o Programa Emergencial de Acesso a Crédito (PEAC); o empréstimo de US$ 30 milhões para empresas capixabas por meio do Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes), com um enfoque especial em empresas lideradas por mulheres; a aprovação de US$ 50 milhões para o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) apoiar as empresas da região; e a compra, por meio do BID Invest, de US$ 50 milhões em títulos sustentáveis do Banco de Desenvolvimento do Minas Gerais (BDMG), contemplando inclusive recursos para pequenas e médias empresas mineiras.

Leia o artigo completo em: https://blogs.iadb.org/brasil/pt-br/entenda-por-que-as-mpmes-brasileiras-serao-as-beneficiarias-de-quase-r-10-bi-do-grupo-bid/