NOTÍCIAS

GoiásFomento retoma linhas de crédito da Finep para financiar projetos de inovação

6 de outubro de 2020 às 11:02
Compartilhe essa notícia

A Agência de Fomento de Goiás (GoiásFomento) está retomando a operação das linhas de crédito Inovacred e Inovacred Express da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) que estava suspensa para remodelagem do programa. A Finep é uma empresa pública do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), que atua em toda a cadeia da inovação. No momento, a agência tem disponíveis R$ 15,9 milhões para a operacionalização dos programas Finep no estado.

A Finep retomou seus programas com nova modelagem, por meio da unificação dos regulamentos determinada pela Portaria MCTIC nº 1819/2020. Em dezembro passado, a empresa pública firmou convênio para realizar parceria com o Governo de Goiás – abrangendo a Secretaria de Desenvolvimento e Inovação (Sedi) e a GoiásFomento -, visando disponibilizar recursos para as startups, micro, pequenas e médias empresas goianas que desejam transformar seu negócio por meio da inovação.

Nesse sentido, a Finep promoveu, no dia 1º de outubro, treinamento por meio de videoconferência, para a apresentação dos produtos e procedimentos atualizados das operações descentralizadas da Finep. O evento reuniu 62 pessoas, entre técnicos da GoiásFomento, da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Goiás (Fapeg), da Secretaria de Desenvolvimento e Inovação (Sedi) e empreendedores, além de projetistas.

Projetistas

Conforme o presidente da GoiásFomento, Rivael Aguiar Pereira, a grande novidade dessa capacitação foi a participação dos projetistas. “O trabalho dos projetistas é muito importante porque os projetos de inovação têm uma complexidade maior do que a dos tradicionais. O papel desses profissionais junto às empresas é relevante para a viabilização da tomada do crédito”, observou.

O presidente da GoiásFomento adiantou que a retomada das linhas de crédito da Finep virá com novidades. Os valores financiados serão ampliados. Citou que, até o final do ano passado, o Inovacred Expresso tinha limite de crédito de R$ 150 mil; e o Inovacred; de R$ 400 mil. “Esses valores serão ampliados, mas ainda estamos finalizando alguns detalhes para defini-los”, disse.

Rivael acrescentou: “É com muito orgulho que temos a oferecer mais um produto de fomento às micro e pequenas empresas, e até às empresas de médio porte, que queiram entrar na inovação da tecnologia, da sua produção e dos seus processos produtivos”, afirmou. Segundo ele, a inovação é o caminho natural que a economia percorre para a agregação de valor aos produtos que são exportados para outros estados e para o exterior. E a GoiásFomento participa desse processo de fomento à inovação tecnológica, com ações que visam sempre a agregação de valor à economia goiana.

Ele reforçou que a GoiásFomento é um dos 25 parceiros regionais que estão habilitados para operar o crédito descentralizado da Finep. Salientou ainda que os empreendedores goianos que possuem projetos voltados para a inovação tecnológica já podem procurar a agência.

Produto

Um dos produtos ofertados, o Finep Inovacred, financia treinamentos, aquisição de tecnologia, desenvolvimento conjunto com Instituições de Ciência e Tecnologia (ICTs), compra e desenvolvimento de softwares, consultoria, equipamentos, matéria-prima, licenças-patentes, testes/certificados, e serviços de terceiros, entre outros itens.

O agente financeiro credenciado, como a GoiásFomento, é responsável pela análise de crédito, constituição de garantias, análise técnica e acompanhamento dos projetos, prestação de contas e cobranças. As empresas beneficiadas são divididas em dois portes: 1, aquelas que têm faturamento anual inferior a R$ 4,8 milhões; e 2, pequenas empresas, com faturamento anual igual ou superior a R$ 4,8 milhões até R$ 16 milhões.

Fonte: Ascom/GoiásFomento