NOTÍCIAS

Circuito BDMG de Inovação vai a Juiz de Fora

30 de setembro de 2011 às 0:00
Compartilhe essa notícia

Juiz de Fora será a sede do Circuito BDMG de Inovação, a próxima quarta-feira, 19. A equipe do BDMG já esteve em Santa Rita do Sapucaí, Itajubá e Viçosa divulgando as novas linhas para inovação criadas em parceria com a Fundação de Amparo à Pesquisa de Minas Gerais (Fapemig), com o objetivo de apoiar projetos de desenvolvimento e/ou implantação de inovação de produtos e serviços.

O encontro é regional e estão sendo convidados empresários de toda Zona da Mata. Estão agendadas reuniões do Circuito BDMG de Inovação em  Uberlândia e Uberaba, nos dias 26 e 27 de outubro e em  Belo Horizonte dia 7 de novembro.  

 

Estarão em Juiz de Fora o gerente Carlos Fernando Vianna, que assessora a diretoria nas áreas de inovação e sustentabilidade e os analistas de desenvolvimento Gláucia Anete Ferreira da Silva, do Departamento de Micro e Pequenas Empresas e Eduardo Tadeu Matozinhos, do Departamento de Médias Empresas. Além de uma palestra sobre as linhas em parceria com a Fapemig Pró-Inovação e Proptec, os empresários poderão agendar para serem atendidos individualmente pela equipe do BDMG.  

 

Ao oferecer às empresas inovadoras produtos com juros baixos e prazos longos, o BDMG e a Fapemig, órgãos do Governo do Estado, se aliam para fortalecer as empresas mineiras na busca da competitividade e sustentabilidade da economia do estado e de empregos com qualidade.

 

Todos os projetos são submetidos a um comitê técnico, constituído por representantes do BDMG, da Fapemig e convidados, que vai julgar se eles contribuem para o lançamento de novos produtos ou serviços inovadores de alto valor no mercado. Podem ser financiados obras civis, máquinas e equipamentos, móveis e utensílios, veículos, instalação e montagem, informatização, desenvolvimento tecnológico, pesquisa e desenvolvimento, licenciamento ambiental e capital de giro associado. O Pró-Inovação também financia investimentos intangíveis, tais como: consultoria, marketing, design, tecnologia, certificações, treinamentos, entre outros.  

 

Até agora foram analisados pelo comitê técnico 48 projetos e destes 22 foram aprovados com R$ 19,7 milhões em financiamentos.  Deste valor já foi desembolsado  R$ 2.744.829,52 para quatro empresas.  Carlos Fernando acredita que com estas reuniões em Viçosa e Juiz de Fora, muitos projetos inovadores da Zona da Mata poderão ser viabilizados com o apoio do BDMG e da Fapemig.

 

 

Pró-Inovação

A nova linha financia investimentos fixos, intangíveis e capital de giro associado, de projetos de desenvolvimento ou, ainda, na implantação de inovações em produtos e serviços das empresas mineiras. Estão sendo destinados para esta linha R$ 70 milhões, sendo que cada empresa poderá financiar até R$ 2 milhões, não podendo ultrapassar aos 80% do investimento, incluindo capital de giro de até 30% do valor do investimento total. Os juros são de 8% ao ano, sem correção monetária. A carência é de 12 meses com um prazo de 48 meses para amortização, ou seja, o empresário tem até 60 meses para quitar o financiamento.

 

 

Proptec

 

Produto de Apoio às Empresas em Parques Tecnológicos. Sua finalidade é financiar projetos de investimento para implantação, ampliação e modernização de ativos fixos, investimentos intangíveis e capital de giro associado de empresas localizadas em parques tecnológicos do estado. Cada empresa pode financiar até R$ 2 milhões, com juros fixos de 9% ao ano. As demais condições são as mesmas do Pró-Inovação.  Estão disponíveis para esta linha R$ 30 milhões.