NOTÍCIAS

BRDE promove Fórum sobre Agricultura Familiar

31 de julho de 2011 às 0:00
Compartilhe essa notícia

O Banco Regional do Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), em parceria com a Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Rio Grande do Sul (Fetag) e Canal Rural, promoveu nesta quarta-feira o Fórum Sustentabilidade Ambiental e Agricultura Familiar.

 

O evento contou com a presença do representante da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO) no Brasil, Helder Muteia, do secretário da agricultura familiar do Ministério do Desenvolvimento Agrário, Laudemir Muller, e do doutor em engenharia ambiental e sanitária, Odorico Konrad. 

 

O diretor Administrativo do BRDE, José Hermeto Hoffmann abriu o encontro e destacou a grande importância da agricultura familiar. “Acreditamos que podemos construir um desenvolvimento rural sustentável ainda melhor, porque temos uma forte presença da agricultura familiar na região Sul do País”, salientou.

 

Segundo o representante da ONU, Helder Muteia,  atualmente cerca de um bilhão de pessoas no mundo vivem numa situação de fome crônica. “A agricultura familiar é responsável por mais de 70% dos alimentos que chegam à mesa dos brasileiros e corresponde por 32% do PIB das cadeias produtivas do agronegócio do país, ou seja, 10% do PIB brasileiro”, complementou. 

 

O secretário da agricultura familiar do Ministério do Desenvolvimento Agrário, Laudemir Muller falou que o tema sobre agricultura familiar e sustentabilidade é contemporâneo do nosso país e do Mundo. “Nós vivemos em um mundo que precisa de mais alimentos, e a agricultura familiar é importante, não só como um papel central para o setor rural, como também para o processo de desenvolvimento econômico do Brasil, ou seja, significa povo, comunidade, escola e desenvolvimento”, destacou.

 

“Precisamos produzir e alimentar mais, ou seja, a agricultura familiar tem o papel e o compromisso na mesa da população. Quando falamos em comida temos que focar na qualidade”, finalizou o professor Odorico Konrad.