NOTÍCIAS

BRDE destina R$ 4,4 milhões para projetos sociais, culturais e esportivos via incentivos fiscais

8 de janeiro de 2021 às 13:49
Compartilhe essa notícia

Por meio das leis de incentivo fiscal, ao final de 2020 o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) aportou R$ 4,4 milhões, igualmente distribuídos entre Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná, para apoiar 118 projetos que beneficiarão públicos de todas as idades com ações de assistência social, educação, cultura e esporte. Nos últimos cinco anos, o montante aplicado pelo banco na região Sul pelos mecanismos de renúncia fiscal ultrapassou a marca de R$ 18 milhões.

“A utilização dos incentivos fiscais previstos em lei faz parte da Política de Responsabilidade Socioambiental do BRDE e é percebida pela instituição como um instrumento valioso no cumprimento de sua missão de promover e liderar ações de fomento ao desenvolvimento econômico e social”, afirma a diretora-presidente Leany Lemos. “Parte do imposto que seria recolhido aos cofres públicos permanece na nossa região e viabiliza projetos com impactos sociais, culturais e esportivos relevantes e que beneficiam, em grande parte, grupos em situação de vulnerabilidade”, destaca.

“Além de impactar de forma positiva a vida de milhares de pessoas, o apoio aos projetos de entidades e profissionais de reconhecido valor é também uma forma de reafirmarmos o compromisso do BRDE com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável”, avalia o diretor de Planejamento, Luiz Corrêa Noronha.

A cada ano, o banco recebe inscrições, exclusivamente em meio eletrônico, para projetos que já tenham obtido aprovação oficial para captar recursos por meio dos seguintes mecanismos: Lei Federal de Incentivo à Cultura/Lei do Audiovisual; Lei Federal de Incentivo ao Esporte; Fundos da Infância e da Adolescência; Fundo Nacional do Idoso; Programa Nacional de Apoio à Atenção Oncológica (PRONON) e Programa Nacional de Apoio à Atenção da Saúde da Pessoa com Deficiência (PRONAS).

As iniciativas apoiadas qualificam equipes e programações de entidades que prestam atendimento a crianças, jovens e idosos; promovem atividades de educação pelo esporte e competições que valorizam atletas; permitem a aquisição de equipamentos para hospitais, creches e asilos; estimulam a produção e a distribuição de livros para escolas e bibliotecas públicas; possibilitam apresentações de dança, música, artes visuais e cênicas, bem como a valorização do patrimônio arquitetônico e histórico, e ajudam a manter programações anuais de instituições como museus, centros de cultura e orquestras, entre outras.

Do total de 118 projetos apoiados em 2020, 57 são da área de Cultura/Audiovisual; 21 de Fundos da Criança e do Adolescente; 17 são propostas de Esporte; 16 de Fundos do Idoso; quatro de PRONON e três de PRONAS.

Para conhecer os projetos apoiados em cada estado, clique nos links abaixo:

Rio Grande do Sul https://bit.ly/397ikB2

Santa Catarina https://bit.ly/38mMRLI

Paraná https://bit.ly/2XlgqHi

Fonte: Ascom/BRDE