NOTÍCIAS

BNDES apoia série de TV coproduzida entre Brasil e França

30 de setembro de 2011 às 0:00
Compartilhe essa notícia

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) destinará R$ 4,5 milhões à realização da série televisiva Vermelho Brasil (Rouge Brésil). A operação acontece no âmbito do Programa de Apoio à Cadeia Produtiva do Audiovisual (BNDES PROCULT) e combina linha de financiamento de R$ 3 milhões com aporte de R$ 1,5 milhões em recursos não-reembolsáveis, provenientes do Artigo 1º A da Lei do Audiovisual.

O orçamento total do projeto, parceria entre a produtora carioca Conspiração Filmes e a francesa Pampa, é de € 9,1 milhões. Vermelho Brasil será o maior lançamento da France Television em 2012, com exibição em cinco capítulos. Também será exibida pela TV Globo (em dois capítulos), em data ainda a ser definida. O contrato prevê ainda comercialização em pay TV, pay-per-view, internet e novas mídias e lançamento de versões para cinema e DVD.

Baseada no livro homônimo do escritor francês Jean-Christophe Rufin — que vendeu mais de 400 mil exemplares no seu país de origem — e dirigida pelo canadense Sylvain Archambault, Vermelho Brasil terá como pano de fundo os acontecimentos históricos relacionados à ocupação francesa na região da Baía de Guanabara, no século XVI.

Com locações na França e no Rio de Janeiro, a série revela parte fundamental da história e da formação da identidade nacional. Sua exibição pela TV aberta estimula um novo e saudável modelo de negócios: ao contrário do que ocorre nos Estados Unidos e na Europa, o mercado brasileiro ainda é bastante verticalizado, ou seja, os próprios canais costumam produzir sua programação.

A aquisição de conteúdo gerado fora do âmbito das emissoras constitui importante passo em direção ao desenvolvimento da indústria televisiva nacional. O projeto também contribui para fortalecer a presença do Brasil em projetos de coprodução internacional.

A Conspiração Filmes é uma das três maiores produtoras audiovisuais do País e atua em todos os segmentos desse mercado: publicidade, cinema, TV e home vídeo. Sua carteira de projetos internacionais inclui o documentário cinematográfico March of the Living, coprodução Brasil-EUA, e Lope, parceria entre o Brasil e a Espanha, apoiada pelo BNDES.