NOTÍCIAS

BNB e FIEMA firmam acordo para desenvolver micro e pequenas indústrias do Maranhão

19 de novembro de 2021 às 10:00
Compartilhe essa notícia

O Banco do Nordeste (BNB) e a Federação das Indústrias do Estado do Maranhão (FIEMA) firmaram, na última semana, um acordo de cooperação técnica, com o objetivo de ampliar a competitividade das micro e pequenas indústrias do estado, por meio do acesso a linhas de crédito do BNB. A assinatura foi realizada na sede da FIEMA, em São Luís (MA).

O acordo de cooperação prevê uma agenda de ações por meio do Núcleo de Acesso ao Crédito (NAC), vinculado à Confederação Nacional da Indústria (CNI). Entre as ações, o destaque é a oferta de crédito com recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE) para instalação de usinas solares, capital de giro, exportação e importação de bens industrializados, e renovação de máquinas e equipamentos. Também está previsto o patrocínio a eventos, feiras e projetos relacionados ao fomento de crédito. 

Além da oferta de crédito e de apoio para eventos, o Banco do Nordeste deve promover ações de capacitação e assessoria técnica para o desenvolvimento do segmento industrial. “A assinatura do acordo de cooperação visa ampliar o leque de opções de serviços e produtos que o BNB disponibiliza para a indústria maranhense, com objetivo prioritário de ampliar a capacidade produtiva e a modernização dos parques industriais do estado. Esperamos alavancar a estrutura produtiva do estado, que hoje é basicamente focada no setor primário. A expectativa é ampliar a quantidade de clientes industriais atendidos, em um segmento fundamental para o desenvolvimento local e da região”, disse o superintendente estadual do BNB no Maranhão, Danivan Lacerda.

De acordo com o presidente da FIEMA, Edilson Baldez das Neves, a federação irá reforçar a assessoria técnica aos empreendedores, para facilitar o acesso aos recursos do FNE. “A parceria representa a ampliação das tratativas que temos com o BNB, para manter uma rotina que facilite a conexão e a orientação aos empresários. Agora criamos um ambiente especial em que o empresário terá o foco mais dirigido, para otimizar o atendimento a demandas e necessidades”, explicou.

Fonte: Ascom/BNB