NOTÍCIAS

BDMG e cooperativas: nova conexão para distribuir crédito

30 de setembro de 2011 às 0:00
Compartilhe essa notícia

No auditório do Hotel Ouro Minas, com a presença de centenas de dirigentes de cooperativas de crédito, o presidente do BDMG, Matheus de Carvalho, falou ontem, na abertura do XIII Seminário das Cooperativas de Crédito. O tema do seminário é  “conexão” e foi esta a palavra usada pelo presidente –  que na ocasião representava o Governador Antonio Anastasia –   para dizer que por intermédio das cooperativas o BDMG está criando uma “nova conexão”  para avançar no atendi mento às empresas de Minas. “Estamos juntos com vocês encontrando caminhos para melhor atender nossos clientes e fortalecer a economia mineira” disse.  

O programa Correspondente Bancário deve fechar o  ano com 24 cooperativas credenciadas. Até agora, quinze cooperativas já foram contratadas, com 69 pontos de atendimentos espalhados no Estado e cerca de 12 mil empresas associadas. Até o final de 2011 serão 120 pontos de atendimento e cerca de 20 mil empresas . “ Esse é o  interesse de todos nós. Vamos nos unir de maneira sinérgica de forma que o sistema fique mais forte e com novas alternativas de produtos para os cooperados” enfatizou o presidente.

Para selar esta união, foi assinado durante a abertura do seminário mais um contrato .  A partir de ontem a Cooperativa de Economia e Crédito Mútuo dos Comerciantes de Material de Construção de Governador Valadares ,  a Siccob AC CREDI   é também Correspondente Bancária BDMG. A AC CREDI tem pontos de atendimento nas cidades de Aimorés, Belo Oriente, Conselheiro Pena, Dom Cavati, Engenheiro Caldas, Itambacuri, Itanhomi, Resplendor, Tarumirim, Teófilo Oroni e Governador Valadares. São 3.051 empresas credenciadas. A expectativa do presidente da AC Credi, Almir Vargas de Paula,  é grande.”Vamos levar facilidade de financiamento não só para os nossos cooperados mas também para todas as empresas da região que precisam de crédito” disse.

O presidente Matheus está otimista. Segundo ele, hoje o BDMG tem cerca de 9 mil clientes ativos e  “a força do cooperativismo mineiro permitirá ao Banco a elevação desse número para 30 mil ou mais”. Baseado na relação de confiança mútua ele disse em seu pronunciamento que três palavras sustentam esta parceria: acessibilidade que garante aos empresários mais oportunidades de crédito graças a capilaridade das cooperativas;  agilidade,  que será conquistada  graças à revisão dos processos do BDMG  somada à expertise das cooperativas na concessão de crédito que garantem maior celeridade na análise e deliberação. A última palavra é adaptabilidade. Com a parceria das cooperativas que conhecem os mercados locais o BDMG poderá criar novos produtos e políticas de desenvolvimento regional.

 A abertura do seminário foi feita pelo presidente da SICOOB Central Cecremge, Luiz Gonzaga Vianna Lage que ao cumprimentar o presidente Matheus afirmou que o BBDMG é parceiro da Cecremge e do Sicoob Minas. Além de representantes estadual e nacional do cooperativismo, o evento contou também com a presença do Secretário de Estado da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Elmiro Nascimento e  do deputado Antônio Carlos Arantes, presidente da Frente Parlamentar do Cooperativismo na Assembleia Legislativa.

Pelo BDMG, estavam também na abertura do Seminário, o diretor de Desenvolvimento Sustentável,  Bernardo Tavares de Almeida; o diretor superintendente, Cícero Filogônio; os gerentes Ana Veryna Aguiar (D.MK),   Roberto Emílio de Senna e Henrique Hermeto (DMP) e os analistas Daisy D’Aquino Filocre ( D.MP) e Marcos Tadeu de Souza (D.MK).  O evento  termina amanhã, 27, e durante os três dias  um estande  no padrão Correspondente Bancário BDMG  terá uma  equipe à disposição para atender aos representantes das cooperativas.