NOTÍCIAS

Bandes participa de evento promovido pela Findes

18 de novembro de 2019 às 10:28
Compartilhe essa notícia

A equipe do Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes) participou, na terça e quarta-feira (05 e 06/11), do projeto “Rotas Estratégicas para Futuro da Indústria do Espírito Santo: Confecção, Têxtil e Calçado”, desenvolvido pela  Federação das Indústrias do Espírito Santo (Findes) com o objetivo de elaborar um planejamento para o setor.

A agenda, que reuniu empresas do segmento de vestuário e confecção, pretende construir um documento que apresentará um panorama, com fatores críticos do sucesso e apontamentos de projetos de curto, médio e longo prazo, com o intuito de potencializar a área, em especial a atividade industrial.

As indústrias do segmento têxtil compreendem os processos de produção de fibras, fiação, tecelagem, malharia e aviamentos, elementos utilizados como matérias-primas para as indústrias de confecção e outros setores. Já a indústria de confecção engloba o desenvolvimento do produto com as fases de criação, modelagem, pilotagem, costura, beneficiamento e estamparia.

Os setores de têxtil e confecção são referências industriais pela sua rápida alteração de processos em resposta ao mercado consumidor e sazonalidade de produtos. Desta forma, necessitam de constantes investimentos em modernização de seu parque fabril e em inovação para atender às demandas do mercado.

A participação do Bandes no evento está alinhada ao planejamento estratégico do banco de desenvolvimento capixaba que tem atuação focada em apresentar aos empresários soluções financeiras para o investimento produtivo. A partir do novo planejamento do banco, a área comercial conta com um modelo de atendimento ao cliente, estruturado sobre dois pilares: o de desenvolvimento regional e de desenvolvimento setorial.

A forma de atuar possibilita empreendimentos estratégicos para o desenvolvimento regionalmente equilibrado do Espírito Santo. O segmento Confecção, Têxtil e de Calçados é um dos setores de atendimento preferencial no Bandes pelo seu potencial de crescimento econômico e impacto social, pelo valor agregado e geração de postos de trabalho.

Fonte: Bandes