NOTÍCIAS

Badesul e BNDES assinam declaração conjunta de apoio ao setor vitivinícola do Estado

19 de agosto de 2019 às 15:32
Compartilhe essa notícia

O presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Gustavo Montezano, e a presidente do Badesul, Jeanette Lontra, assinaram, na última sexta-feira (16/08), no Palácio Piratini, uma declaração que estabelece uma parceria para atuação conjunta entre as duas instituições de fomento para garantir apoio ao setor vitivinícola no que diz respeito a riscos causados pelo acordo econômico entre o Mercosul e a União Europeia, de julho deste ano.

O recente acordo entre os dois blocos econômicos causou receio e apreensão entre os produtores e comerciantes do setor vitivinícola gaúcho. O Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin) considera que o consumo de vinho importado nos próximos anos deve aumentar, uma vez que o valor dos produtos pode cair em até 30%. Vinhos e espumantes brasileiros tendem conquistar novos mercados em países da Europa. Contudo, marcas estrangeiras devem ganhar mais espaço no Brasil, elevando a concorrência com os produtores nacionais da serra gaúcha, responsável por cerca de 90% da produção nacional.

A declaração conjunta entre BNDES e Badesul prevê atividades de troca de informações e de apoio reciproco para a construção de mecanismos que contribuam para o desenvolvimento setorial, com oferta de técnicos qualificados e construção de ações promocionais.

Gustavo Montezano garantiu que o banco deseja se tornar uma instituição de serviços do país, não só no que diz respeito a financiamentos, mas também fornecendo tecnologia financeira e assessoria. “O Estado tem de apoiar o vendedor, o empresário e a iniciativa privada. Contem com o BNDES para apoiar o setor”, garantiu.

Fonte: Badesul