BLOG

NO NORDESTE, INSTITUIÇÕES APOIAM ARRANJOS PRODUTIVOS LOCAIS

26 de novembro de 2019 às 12:56
Compartilhe essa notícia

Atuar no desenvolvimento nacional é, também, apoiar o desenvolvimento local. É necessário empreender incentivos nos níveis regionais, além da discussão e o olhar ampliado para o macro. Por meio do fomento e das instituições financeiras de desenvolvimento ligadas ao SNF, é possível enriquecer as oportunidades e as capacidades locais, unindo a articulação pública e privada e atuando com financiamento e fomento de atividades sustentáveis, que gerem renda e empregos.

Os Arranjos Produtivos Locais (APLs) são alternativas para os grandes projetos de desenvolvimento, focados em potencializar a distribuição de atividades produtivas e diminuir as desigualdades regionais. As instituições de desenvolvimento podem utilizar recursos para apoiar a atividade desses APLs.

O Banco do Nordeste, por meio  do seu Programa de Desenvolvimento Territorial (Prodeter), com recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE), permitiu a contratação de R$ 2,35 milhões, por parte de 154 produtores rurais, destinados à bovinocultura de leite da região de Seridó e de Alto Oeste Potiguar (RN). Os recursos foram utilizados para a construção de barragens submersas, perfuração de poços, suporte forrageiro e melhoramento genético do rebanho.

A Agência de Fomento de Alagoas (Desenvolve) também possui um programa voltado às APLs, operado com recursos do Fundo Estadual de Erradicação da Pobreza, que financiou o projeto  de  construção de instalações de beneficiamento de castanhas, o que favoreceu 150 famílias do município de Estrela de Alagoas, no interior do estado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *