NOTÍCIAS

Permanência da Desenvolve MT é assegurada

29 de janeiro de 2019 às 17:27
Compartilhe essa notícia

Após audiência pública que contou com a participação da ABDE, na Assembleia Legislativa do Mato Grosso, em Cuiabá, os deputados estaduais retiraram a Desenvolve MT do decreto que autorizava o Executivo a extinguir seis empresas administradas pelo estado. A ABDE foi representada na audiência pelos gerentes Cristiane Viturino e Luiz Claudio Reis, que já haviam se reunido com a diretoria da instituição e com o secretário de Desenvolvimento Econômico do estado, Cesar Miranda Lima, e defenderam junto aos parlamentares a importância de Mato Grosso contar com uma Instituição Financeira de Desenvolvimento, permanecendo integrado à rede formada pelo Sistema Nacional de Fomento.

Em nota publicada no início da semana, a agência defendeu que é autossutentável, por meio de receitas provenientes das operações de crédito e serviços financeiros ofertados, e portanto não recebe recurso do Estado, nem para a folha de pagamento e nem para custeio de despesas. Ao contrário, em 14 anos de existência, a instituição disponibilizou mais de R$ 83 milhões em operações financeiras em mais de cem municípios, com mais de 3 mil empregos criados. Na mesma nota, a empresa informa que, uma vez mantida, deve ofertar mais de R$ 30 milhões em crédito somente em 2019, especialmente para pequenos e microempresários, em áreas como Turismo, Indústria e Inovação.

Com a decisão favorável do legislativo estadual, a agência terá prazo de seis meses para apresentar um plano de viabilidade econômica demonstrando sua efetiva capacidade econômica e financeira. Será uma oportunidade para envolver o governo e a sociedade de Mato Grosso na tarefa do desenvolvimento do estado, da qual a agência é uma das protagonistas.