NOTÍCIAS

Novos dirigentes participam de imersão para debater os rumos do Sebrae

8 de fevereiro de 2019 às 10:59
Compartilhe essa notícia

O apoio aos pequenos negócios do Brasil está de cara nova. Diretores eleitos em todo o país participam, em Brasília, do Encontro de Dirigentes do Sistema Sebrae. A finalidade é apresentar o Sistema Sebrae, promover a integração entre os novos dirigentes regionais da instituição e discutir as perspectivas econômicas para o Brasil. O encontro foi aberto pelo presidente do Sebrae Nacional, João Henrique de Almeida Sousa, e pelos diretores técnico, Vinicius Lages, e de Administração e Finanças, Carlos Melles.

Participam dirigentes da instituição em todas as unidades da federação. Além de debater os desafios da nova gestão, eles acompanham palestras sobre as políticas de apoio à micro e pequena empresa e o cenário dos pequenos negócios no Brasil. Nesta terça-feira, primeiro dia do evento, o professor da Fundação Dom Cabral, Carlos Braga, realizou palestra sobre o cenário macroeconômico brasileiro e as micro e pequenas empresas.

Para contextualizar, ele apontou as principais dificuldades que o Brasil enfrenta para alcançar um bom resultado econômico. Segundo Carlos Braga, para o futuro das pequenas empresas, podemos prever o avanço da tecnologia como aliada. “A transformação digital merece nossa atenção. Por meio dela, é possível fomentar inovação no ambiente de negócios do Brasil e, consequentemente, aumentar a produtividade e promover melhorias das práticas administrativas, com particular atenção ao desempenho da força de vendas”, ressaltou.

De acordo com o superintendente do Sebrae no Pará, Rubens Magno Júnior, empossado em janeiro, a experiência de aproximação com o universo dos pequenos negócios está sendo engrandecedora. “As discussões são extremamente interessantes. Falamos sobre conceitos de economia nacional e tendências de mercado. Além disso, o Sebrae trouxe pessoas de fora, com vivência e experiência internacional, para aprofundar pautas”, comentou.

Sobre o papel dos pequenos negócios na economia brasileira, o analista de Gestão Estratégica do Sebrae, Marco Bedê, apresentou dados que reforçam a relevância do setor, que responde por 27% do PIB brasileiro. “Trata-se de um trabalho de inteligência que visa conhecer os principais desafios e problemas enfrentados pelas MPE, além de potenciais e possíveis melhorias a serem realizadas”, detalhou. “Hoje, há 14 milhões de empresas no Brasil, sendo 54% delas Microempreendedor Individual (7,5 milhões), 36% Microempresas (4,9 milhões) e 11% de Empresas de Pequeno Porte (1,5 milhões)”.

Foi divulgado também o DataSebrae, plataforma que reúne informações sobre os pequenos negócios. “A ideia é que ninguém precise mais garimpar a informação entre milhares de páginas e arquivos. É só procurar por um tema, como crédito, inadimplência ou perfil do MEI. Lá ficam as respostas que nós, do Sebrae, já temos sobre o assunto”, explicou a analista de Gestão Estratégica do Sebrae, Aretha Zarlenga.

Fonte: Sebrae