NOTÍCIAS

Cresol é autorizada a captar poupança rural

3 de maio de 2019 às 10:18
Compartilhe essa notícia

Como um marco histórico na trajetória do cooperativismo brasileiro, o Conselho Monetário Nacional (CMN),  publicou, na última quinta-feira (25/04), a Resolução n° 4.716, a qual estabelece regras para autorização de captação de poupança rural por cooperativas de crédito, bem como disciplina o cumprimento da exigibilidade de aplicação em crédito rural e do encaixe obrigatório advindos dessa captação. A medida, que passa a valer a partir de 1º de julho de 2019, autoriza o Sistema Cresol a captar recursos para a poupança rural, ampliando as fontes de recursos para o crédito rural e aumentando a competição nesse segmento.

As instituições financeiras autorizadas a captar recursos por meio da poupança rural são obrigadas a direcionar 60% dos valores captados para operações de crédito rural. No corrente ano agrícola, esse direcionamento significou um volume de R$ 38,2 bilhões – valor que corresponde a 29,7% dos recursos destinados ao financiamento aos produtores. Inicialmente, as cooperativas terão que cumprir um direcionamento menor, de 20%. Esse percentual irá subindo gradualmente até chegar aos 60%.

Cledir Magri, Presidente da Cresol Confederação, salienta que a conquista é, de fato, um marco histórico para a Cresol Confederação. “Essa conquista é fruto da confiança e solidez construída no nosso Sistema Cresol durante estes 24 anos de existência e os grandes beneficiários serão os nossos cooperados. Agradecemos imensamente a todos(as) que, de uma forma ou de outra, nos ajudaram na efetivação desta grandiosa conquista”, frisa Magri. O Presidente ainda ressalta que os esforços estarão focados na criação de condições técnicas para que se possa operar com este novo produto. “Se somarmos a oportunidade de captar a poupança rural com a autorização que tivemos em 2018, de as Confederações de Crédito acessarem recursos subvencionados (emprestar nosso recurso captado em PRONAF), estamos diante de duas conquistas históricas para nosso quadro social. Com este grande avanço, chegamos à plenitude da afirmação de que somos, de fato, um ‘sistema completo’”, conclui Magri.

O vice-presidente da Cresol Confederação, Adriano Michelon, também destacou a conquista: “esta é mais uma etapa diante de tantas conquistas e melhorias que o Sistema Cresol alcançou durante sua trajetória. Dentre todas as possibilidades do mercado financeiro destinado para atender seus cooperados, em especial o público do agronegócio, a poupança rural era uma das alternativas faltantes no sistema, mas que agora nos torna ainda mais completos para promover o desenvolvimento das regiões onde atuamos. Com essa conquista também avançamos no autofinanciamento para a safra agrícola e linhas de crédito rural, ampliando ainda mais as vantagens ao nosso cooperado”, destaca Michelon.

Fonte: Cresol