NOTÍCIAS

Com US$ 30 bi, BNDES é maior financiador de energia limpa do mundo, mostra levantamento

8 de agosto de 2019 às 10:28
Compartilhe essa notícia

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) lidera o ranking dos principais financiadores de energia limpa do mundo, com US$ 30 bilhões destinados a projetos do setor no Brasil, entre 2004 e 2018. A informação é da BloombergNEF (BNEF), serviço de pesquisa da Bloomberg especializado no setor de energia renovável.

Do conjunto de ações do BNDES em energia limpa no período, destaca-se o apoio à construção de usinas eólicas. O gerente da Área de Energia Guilherme Arantes ressalta que os resultados alcançados vão além da viabilização de uma fonte de energia inovadora, limpa e competitiva na matriz elétrica brasileira, mas passam também pelo desenvolvimento de uma cadeia de fornecedores distribuída ao longo do território brasileiro.

“Essa cadeira de fornecedores atraiu mais de R$ 1 bilhão em novos investimentos, gerando milhares de empregos de qualidade na indústria. Do ponto de vista financeiro, a carteira de projetos eólicos permitiu ao BNDES ser a primeira instituição brasileira a emitir Green Bonds no mercado global”, afirmo Arantes.

A operação com Green Bonds a que Guilherme se refere ocorreu em maio de 2017, quando o BNDES concluiu a captação de US$ 1 bilhão em títulos verdes no mercado internacional. Esses papéis têm características similares aos bonds convencionais, porém os recursos obtidos devem ser destinados a financiar projetos ambientalmente sustentáveis, atestados por uma empresa verificadora, especializada na área ambiental.

O levantamento da BloombergNEF considerou empréstimos realizados pelo BNDES para produção de biocombustíveis e para geração energética a partir de diferentes matrizes: eólica, solar, biomassa e hidrelétrica (pequenas centrais).

O Banco Santander internacional e o Mitsubishi Financial Group ocupam as segunda e terceira posições no ranking, com US$ 26,5 e US$ 24,0 bilhões, respectivamente.

Fonte: BNDES